BICHO-DA-SEDA

  • Em Promoção
  • Preço normal €13,50


Obra poética de João Pedro Mésseder, José Pinto Leite e José Soares Martins com desenhos de Miguel Cameira

*************

"Tantos anos volvidos desde meados da década de 70, muitas viagens depois (e a viagem foi sempre húmus para estas três escritas), Bicho-da-seda apre-senta-se como um novo reencontro poético. De três vozes distintas, é certo – pois cada uma seguiria seu rumo –, mas unidas, no passado, por circunstancia-lismos histórico-culturais e algumas influências comuns, e sobretudo por uma cumplicidade, uma amizade, e uma vivência da poesia que resistem às vicissitudes do tempo."

Ana Luísa Ferreri (excerto do posfácio)

---

JOÃO PEDRO MÉSSEDER (n. 1957, Porto) publicou poesia, aforismos, microcontos, além de livros para crianças e jovens. Tem livros traduzidos para castelhano e galego e publicados em Espanha. Poemas e contos breves de sua autoria foram selecionados para antologias no Brasil, Alemanha, Áustria, Itália, Colômbia e Portugal. Recebeu o Prémio M.ª Amália Vaz de Carvalho de Poesia, em 1999, por Fissura; e o 1.º Prémio do 5.º Concurso Literário do Sindicato dos Professores da Região Centro, em 2000, por Uma Pequena Luz Vermelha. Em 2019, o seu livro de poesia ilustrada, Clube Mediterrâneo: doze fotogramas e uma devoração (edição trilingue), coassinado pela designer gráfica Joana Monteiro e pela ilustradora Ana Biscaia, foi galardoado com um diploma na 12.ª edição do Concurso Internacional de Ilustração e Design de Livros Image of the Book, da Feira Internacional do Livro de Moscovo, na categoria livro de autor. Foi distinguido com o Prémio Autores 2016 (Literatura para a Infância) da SPA (por De Umas Coisas Nascem Outras); com o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância, em 2014 (por Pequeno Livro das Coisas); e com uma Menção do Júri do Prémio Compostela para álbuns infantis, da Kalandraka e da Junta da Galiza, em 2008, por Trocar as Voltas ao Tempo, em co-autoria com o ilustrador Gémeo Luís. O seu conto para desenhos de Ana Biscaia, Que Luz Estarias a Ler?, foi um dos cinco livros nomeados para os XIII Troféus Central Comics / 2015 do Festival de Banda Desenhada de Beja – modalidade: Melhor Publicação Independente. A obra O Pequeno País dos Frutos (2018), com ilustrações de Paul Hardman, foi nomeada para a Gala Mirtilo d’Ouro de 2019, na área da cultura. Também Pequeno Livro das Coisas foi nomeado para o Prémio Autores (Literatura para a Infância) em 2013, e Timor Lorosa’e: A Ilha do Sol Nascente (2001) incluído na seleção White Ravens 2003 da Biblioteca Internacional da Juventude de Munique. Em co-autoria publicou, entre outros livros, Bicho-da-Seda (2020). Assinando com o nome José António Gomes, é ensaísta, crítico literário e professor do ensino superior desde 1985, sendo doutorado e autor de livros e artigos nas suas áreas de especialidade: literatura portuguesa contemporânea e escrita para a infância e a juventude.

 JOSÉ PINTO LEITE (n. Porto) cursou Engenharia, mas acabou por se licenciar em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Foi dirigente e actor do Teatro Universitário do Porto. Exerceu funções docentes e actividade comercial. Como poeta, colaborou, desde a segunda metade da década de 70 do século XX, nas revistas literárias Off, Avatar, Quebra-Noz e Pé de Cabra. Publicou, em co-autoria, os livros Ménage à Trois (2011) e Bicho-da-Seda (2020).

 JOSÉ SOARES MARTINS (n. 1953, Porto) é licenciado em Psicologia pela Faculdade de Psicologia da Universidade do Porto e doutorado em Psicologia Social pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Santiago de Compostela. Professor da Universidade Fernando Pessoa, no Porto, é autor ou co-autor de livros e numerosos artigos nas suas áreas académicas de especialidade.

Como escritor, a sua obra reparte-se, desde os anos 80 do século XX, pelo folhetinismo, pelo guionismo televisivo (“Clube Paraíso”, RTP) e, sobretudo, pela poesia. Neste último domínio, publicou, em co-autoria, os livros Setembro (1984), Ménage à Trois (2011) e Bicho-da-Seda (2020), além de ter composto numerosas letras para canções das bandas rock-pop Jafumega (é o autor do texto do conhecido tema “Ribeira”), Johnny Johnny e João C. Bom. Colaborou, desde a década de 70 do século XX, em revistas literárias como Avatar, Quebra-Noz, Pé de Cabra, e em obras coletivas.

**************************

Edição: Março de 2020 | Páginas: 72 | Encadernação: capa mole | Formato: 12cmx22cm | ISBN: 978-989-54747-0-7