Folhas mortas

  • Em Promoção
  • Preço normal €14,00


Em PRÉ-VENDA ATÉ 19 DE JULHO 

______* ENVIOS A PARTIR DE 22 DE JULHO

*

Um livro de sonetos de António D. Borges, publicado a título póstumo em jeito de homenagem pela sua dedicação a esta arte poética. 

São poemas que falam sobre a vida, em todas as suas dimensões, a compor um livro universal e inteiro que ficará certamente como um legado indelével do autor. 

___

Versos perdidos 

Alguns versos, perdidos e cansados,

Que eu faço de tristeza e de protesto,

Neste mundo perdido, que detesto

E onde corre o mal dos meus cuidados,

 

Por vezes são sentidos, perturbados,

Perdendo o rumo, num querer honesto;

Rumo que está errado, é manifesto,

Nestes tempos escusos, conturbados.

 

E esses versos, que eu entrego ao vento,

Depois de esvoaçarem um momento,

Caem, quais folhas mortas, pelo chão

 

E são espezinhados, ao acaso,

Por quem, passando, deles não faz caso,

Nem pode imaginar que versos são.

(p. 9)

 

______

António das Dores Borges nasceu a 24 de Setembro de 1930. Foi engenheiro e mestre de xadrez.

Tinha como passatempo e paixão a poesia. Fez o primeiro soneto aos 8 anos de idade e nunca mais parou de escrever.

Casou com Fernanda Borges em 1960 num enamoramento do tamanho da vida.

Faleceu a 14 de Abril de 2024.

_

Edição: Julho de 2024 | ISBN: 978-989-9070-95-0 | Páginas: 114 | Encadernação: capa mole sem badanas | Formato: 12cmx22cm