HABITAR: UM ECOPOEMA

  • Em Promoção
  • Preço normal €14,00


*Tradução de Margarida Vale de Gato

_________
Vencedor do Prémio Nautilus 2019, Habitar: um ecopoema é uma sequência de poemas e perguntas em prosa que começam como uma conversa com o ensaio de Martin Heidegger «Construir Habitar Pensar» e transforma-se numa viagem expansiva sobre a noção de casa e como esta ideia nos assombra. A poetisa e ensaísta Alison Hawthorne Deming chamou Habitar: um ecopoema «uma fenomenologia de como vivemos na Terra».
«No espírito de Gary Snyder’s Turtle Island e The Practice of the Wild, Scott Edward Anderson leva-nos numa viagem ao lugar e à ideia de lugar. Essa viagem é impulsionada pelas questões ardentes de como encontramos um lar neste planeta, neste mundo transitório, muitas vezes brutal, e como curamos através de casa. Anderson escreve profundamente sobre 'aprender um lugar, intimamente' e a forma como 'Casa habita em si', e se o seguirmos, ou melhor ainda se morarmos com ele durante algum tempo, podemos encontrar as nossas próprias ideias a aprofundarem-se, a crescerem e, com sorte, a criarem raízes». —David Gessner, autor de All the Wild That Remains
--
Scott Edward Anderson é o autor de: Wine-Dark Sea: New & Selected Poems & Translations (2022); Azorean Suite/Suite Açoriana (Letras Lavadas, 2020); Falling Up: A Memoir of Second Chances (2019), que recebeu recentemente o 1.º Prémio Literário Letras Lavadas em conjunto com a PEN Açores; Dwelling: an ecopoem (2018), vencedor do Prémio Nautilus; e Fallow Field: Poems (2013). A sua poesia também recebeu o Prémio de Revisão do Nebraska. De ascendência açoriana, vive na região montanhosa de Berkshires, Massachusetts.

Edição: setembro de 2022 | ISBN: 978-989-9070-31-8 | Páginas: 112 | Encadernação: capa mole | Formato: 12cmx22cm